terça-feira, novembro 30, 2010

Afogados em desespero e luz

Quando mergulhamos,
afogados em desespero e luz,
teus nós, tuas pontas soltas,
teceram rios em mim.
Postar um comentário